Cheftime - Sua Cozinha Descomplicada

Resumo do pedido
  • Imagem
    Descrição
    Qtd
    Valor unitário
     
    • Carrinho vazio
  • Dica! Tem frete grátis para as compras acima de R$ 150,00.
  • Frete

    R$ 0,00

  • Desconto

    R$ 0,00

  • Desconto no frete

    R$ 0,00

  • Total

    R$ 0,00

Finalizar pedido
Assinar

Como fazer a salada durar mais tempo?

Fonte da imagem: Mriana Medvedeva / Unsplash

Já te ensinamos a montar uma salada como um Chef no guia de saladas – se ainda não viu, corre para conferir.

Agora, que tal aprender dicas simples para guardar suas saladas corretamente e ganhar um bônus de tempo (e praticidade) até o momento de usá-las?

Capriche na higienização

Fonte da imagem: Any lane / Pexels

Deixe as hortaliças, frutas e vegetais em uma solução bactericida por 15 minutos, essa solução pode ser comprada pronta em mercados ou feita em casa diluindo 1 colher (sopa) de água sanitária em cada 1 litro de água. Depois lave bem em água corrente, uma por uma. Se tiver dificuldade em remover o cloro das folhas, coloque-as de molho em 1L de água com 1 colher (sopa) de vinagre de álcool (ou o que tiver em casa), o vinagre vai ajudar a remover o cloro, depois é só enxaguar bem com água corrente.

Folhas

Fonte da imagem: Rayia soderberg / Pexels

Depois de higienizar suas hortaliças corretamente, certifique-se de secar cada folha. Pode deixar elas sobre um pano na mesa ou no escorredor para que sequem naturalmente, ou ainda, usar uma secadora de hortaliças para as folhas. Depois é só guardar em um pote bem fechado e armazena na parte de baixo da geladeira, ou no gavetão de hortaliças, onde é menos gelado – o frio em excesso pode ressecar e “queimar” suas folhas mais sensíveis. Agora uma dica especial da Chef: Coloque umas folhas de papel toalha no fundo do pote antes de adicionar as verduras, ou entre cada umas das folhas da hortaliça, isso vai ajudar a preservá-las fresquinhas por mais tempo.

Ervas frescas

Fonte da imagem: Dominika roseclay / Pexels

Ervas frescas como cebolinha, salsinha e hortelã devem ser higienizadas e colocadas inteiras em um copo ou recipiente sem tampa, com 1 ou 2 dedos de água, cobrindo apenas as raízes ou o corte transversal do caule, cobertos com um saquinho ou plástico filme. Esse sistema funciona como uma estufa, fazendo a ervas durarem muito mais tempo na geladeira. Troque a água uma vez por dia para mantê-las saldáveis.

Se preferir, você pode picá-las e congelar em azeite, dentro de forminhas de gelo cobertas com filme plástico. Assim elas duram até 90 dias e ficam separadas em porções pequenas, prontas para refogar legumes ou selar carnes e peixes ;)

Legumes e frutas

Fonte da imagem: Dan-Cristian Pădureț / Unsplash

Legumes e frutas devem ser higienizados, secos e armazenados com cuidados mais específicos. Alguns deles são grandes produtores de um gás natural chamado etileno, responsável pelo seu amadurecimento, como maçãs, abacates, bananas, melões, mangas, peras, pêssegos, ameixas, morango, batatas, pimentões e tomates. Você já ouviu a expressão “uma maçã podre, apodrece toda a cesta”? Tem a ver com isso!

O etileno acelera o amadurecimento dos alimentos em geral, principalmente dos que produzem esse gás em menor quantidade e, portanto, são mais sensíveis à ele, como aspargos, brócolis, couve de bruxelas, cenouras, couves-flores, pepinos, ervas, folhas verdes, cebolas e abóboras. Por isso, esses alimentos devem ser mantidos sempre separados, a menos que você queira de fato que eles amadureçam, aí pode usar isso ao seu favor e deixá-los em local fechado e perto dos que precisam amadurecer.

Se o seu objetivo é fazer as frutas e os legumes durarem mais, além dos cuidados citados a cima, o melhor é guardá-los na geladeira. O frio retarda o processo de maturação deles, mas cuidado, pois eles também não gostam de temperaturas baixas demais – ideal é mantê-los na parte central da geladeira, logo acima das folhas e abaixo da primeira prateleira. Exceto as batatas, que, ao contrário de todos os outros alimentos, ela aumenta a produção de etileno quando é resfriada – pegadinha da natureza pra você ficar esperto!

Só relembrando, os alimentos que produzem bastante etileno não devem ficam em locais fechados por muito tempo, pois isso irá concentrar ainda mais o gás e acelerar o amadurecimento deles (e do que estiver junto), então, se for guardá-los na geladeira, deixe em recipientes que permitam a circulação de ar. No caso das bananas, passe filme plástico para selar a haste do cacho e mantenha-as fora da geladeira mesmo, pois elas escurecem no frio (ou congele por até 90 dias).

Laticínios, ovos e frios

Antes de qualquer coisa: Livre-se das embalagens de isopor assim que chegar em casa! O isopor não permite a circulação correta do ar frio, prejudicando sua refrigeração e congelamento. Então, assim que for possível, já coloque seus frios e queijos em potinhos fechados ou saquinho próprios e jogue fora as embalagens.

Frios e laticínios não só adoram, como precisam de um bom friozinho para durar mais tempo, então guarde-os sempre na primeira prateleira e/ou naquela gaveta que algumas geladeiras têm na parte de cima, logo acima da primeira prateleira. Os ovos devem ficar na primeira prateleira, nunca na gaveta de cima (para não congelar) e jamais na porta, pois a constante mudança de temperatura pode estragá-los.

Os frios fatiados geralmente duram até 5 dias na geladeira, mas você pode porcioná-los em saquinhos ou potinhos próprios e congelar por até 30 dias, mas lembre de descongelar com antecedência, o ideal é deixar na geladeira de um dia para o outro, pois é importante ele se manter sempre refrigerado.

Salada pronta

Fonte de imagem: Ella Olsson / Unsplash

Se a salada for fria, como maionese de legumes e a salada Waldorf, ou tiver folhas, legumes e frutas frescas, mantenha-a sempre refrigerada até o momento de servir. Se for uma salada morna ou que possui ingredientes quentes, como uma caponata de berinjela recém saída do forno, saladas com folhas refogadas, carnes, frituras, legumes cozidos ou assados, deixe para finalizá-la na hora! Assim não corre o risco dos ingredientes perderem a crocância nem murcharem. Ah, e quanto ao molho da salada, guarde sempre separado e misture tudo apenas quando for comer!

Prefira embalagens plásticas próprias para congelamento, que fechem bem e com uma sobre um espaço de pelo menos 1 ou 2 cm nas laterais. Para evitar desperdícios, vale padronizar os volumes das porções que você costuma usar antes de congelá-las, se é uma porção para 1, 2 ou mais pessoas, por exemplo.

Crocantes

Fonte da imagem: Mariah Hewines / Unsplash

Para manter a crocância de croutons, chips de raízes e frutas, biscoitos e torradas a dica é guardá-los em potes que fecham hermeticamente (sem entrada ou saída de ar), de preferência com um papel toalha no fundo do pote, para garantir que eles fiquem ainda mais sequinhos e crocantes!

E aí? Curtiu as dicas?

Já coloca em prática e marca a gente quando fizer sua salada fresquinha @Cheftime #meucheftime