Você sabia que a cozinha tradicional japonesa é considerada patrimônio cultural do mundo? Não só pela riqueza de sabor e beleza dos pratos, mas também por todo o ritual e tradição envolvidos na alimentação no Japão.

Muitos amam comida japonesa, mas poucos conhecem sobre seus ingredientes e tradições, como a forma correta de comê-la. Separamos algumas dicas e curiosidades para você virar um expert no assunto! Vamos lá?

Shoyu

O shoyu tradicional japonês é diferente daquele mais escuro e opaco que encontramos nos supermercados aqui, ele é feito com apenas 4 ingredientes (soja, trigo, água e sal), sua cor original é rubi escuro, possui sabor e aroma ricos e complexos, por causa do processo de fermentação e maturação que ele passa – podemos detectar os cinco gostos (doce, azedo, amargo, salgado e umami) e até 300 notas aromáticas.

Hashis

Os famosos “pauzinhos” ou “palitinhos” existem há muito mais tempo que os talheres convencionais que estamos acostumados, mas continuam sendo um desafio para a grande maioria! Pra quem não quer mais depender de elástico ou suporte para os hashis, seguem algumas dicas:

O pauzinho de baixo fica entre o polegar e o indicador, mas ele se apoia no dedo anelar.

O pauzinho de cima também fica entre o dedo indicador e polegar, mas ele se apoia no dedo médio! Você deve segurá-lo como se fosse uma caneta, pois esse é o que vai realmente se mexer.

Para fazer o movimento de abrir e fechar, movimente o pauzinho de cima utilizando os dedos indicador e médio.

Uma última curiosidade, a forma correta de se falar é “Ráshi”, com entonação no A e não “Rashí” como a maioria fala.

Café da manhã

Também chamado de Asagohan, o café da manhã tradicional japonês é bem diferente do nosso! Composto por pratos nutritivos e de fácil digestão, tem o arroz branco (shirô gohan) como a base e uma grande variedade de acompanhamentos leves, como Misoshiru (sopa de pasta de soja fermentada), Tsukemono (legumes em conserva), peixe grelhado, Tamagoyaki (omelete japonesa), Natto (grãos de soja fermentada) e chás, especialmente o verde. Embora atualmente esse seja um costume menos frequente, pois as gerações mais novas já estão adotando o café da manhã ocidental.

Etiqueta a mesa

A etiqueta a mesa muda muito conforme a cultura do país ou região que estamos, para não cometer gafes no Japão seguem algumas dicas:

No Japão é uma falta de educação terrível deixar os hashis cruzados ou em pé na tigela e usar as mãos como apoio em baixo pra comida não cair – coisas que fazemos o tempo todo aqui no Brasil quando comemos comida japonesa. 😅

Os hashis devem ficar sempre ao lado da tigela quando não estiverem sendo utilizados. O Tezara (prato de mão) é um pratinho específico para usar como apoio caso esteja inseguro de comer com o hashi ou se a comida é escorregadia e tem muito molho.

Na cozinha japonesa os alimentos são oferecidos em pedaços pequenos ou médios, para que sejam comidos em uma só bocado, pois consideram indelicado voltar alimentos mordidos de volta ao prato!

Quanto ao shoyu, o ideal é nunca molhar o arroz diretamente! Molhe as carnes ou vegetais que não levam tempero, por exemplo, no caso do niguiri sushi (bolinho de arroz com uma fatia de peixe por cima) você molha apenas o peixe que vem por cima do arroz – o que evita também que eles amoleçam e despedacem.

Os japoneses também não consideram adequado misturar o wasabi ao molho de soja, pelo menos não em refeições oficiais ou importantes… mas que fica gostoso não tem como negar né?

É indicado comer alimentos com alga por fora com as mãos! Como sushis e temakis. Os harumakis (rolinho primavera) também podem ser comidos dessa forma se estiver fazendo uso da Oshibori, que é aquela toalhinha para limpar as mãos que alguns restaurantes oferecem. Depois de usar basta deixar na mesa mesmo, sem dobrar.

Caso beba saquê, o correto é pegar o copo com as duas mãos!

Faça barulho ao comer sopas, caldos e macarrão! O barulho é sinônimo de que você gostou do prato, como se fosse um elogio! Não é uma obrigação, mas o anfitrião pode se ofender se não fizer.

Gostou das dicas?

Que tal colocá-las em prática? No nosso restaurante no James e nas lojas do Pão de Açúcar temos várias opções de comida oriental! Marque a gente #cheftime #meucheftime ;)